O escritório Cyrineu e Silva foi contratado para dar assessoria para a Prefeitura de Lucas do Rio Verde, mesmo havendo Procuradoria Municipal – VALORES PODEM APROXIMAR DE MEIO MILHÃO DE REAIS SE FOR MANTIDO ATE O FINAL DA GESTÃO (os 04 anos).

O Advogado Rodrigo Cyrineu é ex-procurador da Câmara de Cuiabá e já foi denunciado criminalmente por formação de quadrilha e peculato pelo Ministério Público Estadual em suposto esquema envolvendo fraude em licitação no parlamento municipal, por meio da contratação da gráfica Propel. Qualquer cidadão pode consultar o site do TJMT processo Código nº 369569 da qual um dia foi réu.

O que na gestão passada, do ex Prefeito Luiz Binotti, SE MOSTROU DESNECESSÁRIO, tendo em vista que a Procuradoria Municipal suportava os trabalhos e as assessorias, já começou a doer no bolso dos munícipes luverdenses.

Além da Procuradoria Municipal, que tem o dever de prestar assessoria jurídica, o Prefeito Miguel Vaz contratou a assessoria do seu advogado de campanha “Cyrineu e Silva Advocacia” e quem paga é a população de Lucas do Rio Verde.

Vale lembrar ainda que o Advogado Rodrigo Cyrineu já foi acionado pela Comissão de Ética da OAB/MT, após uma denúncia anônima contra ele por estar infringindo o Artigo 29 do Estatuto da Ordem, que veta o acúmulo de função pública, como de procurador-geral de prefeitura ou de Câmara e advogar ao mesmo tempo.

A título de informação, o referido escritório continua prestando serviços eleitorais ao “grupo político de Miguel Vaz”.

Se no primeiro ano de governo o contrato já iniciou em R$ 120.000,00 (cento e vinte mil reais), com as correções anuais, caso o contrato seja mantido os 4 anos de governo, podem aproximar ou superar os R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais).

A forma de contratação foi por inexigibilidade de licitação (nº 005/2021).

Nossa assessoria consultou os processos de Rodrigo Terra Cyrineu e o mesmo tem um trancamento na ação penal citada através de um HC impetrado pela OAB/MT.