A obra infantil “Uma floresta, uma menina e um manequim. A fartura” foi muito bem recebida pelos Professores de Língua Inglesa da Wizard. Tanto que eles desenvolveram uma maneira de contar a história de um jeito especial.

Segundo a professora Amanda Bechelli, é super importante a gente dar valor para a literatura brasileira e também colocar isso para outros países, principalmente com crianças: “É na parte das crianças que a gente consegue pôr isso de uma maneira natural para eles, para que eles gostem de literatura e para que eles continuem lendo quando ficarem mais velhos!”

Publicado em dois idiomas, e já em sua terceira edição, o livro de autoria da escritora Leni Ziliotto tem um significado especial por ser de uma autora local e por oferecer essa possibilidade de ter sua história contada de forma interativa.

De acordo com a escritora Leni Ziliotto, é importante valorizar o escritor local: “Quero agradecer essa importante parceria e tenho certeza que todos ganham com isso; A escola, nós artistas e os alunos também, conhecendo os talentos locais!”

A storytelling criada pelos professores deixou todos muito a vontade para fazer a releitura das personagens e dos ambientes da história. O fato de poder trabalhar a literatura infantil em dois idiomas serve também como estimulo para que as crianças desenvolvam o gosto pela leitura.

Parte dos elementos físicos da história foram representadas na storytelling por bonecas emprestadas. Mas foi necessário que os professores criassem outros elementos do ambiente da história, o que os deixou muito próximos do enredo.

Essa representação dos elementos vai facilitar o entendimento pelas crianças, acompanhando passo a passo as cenas da história. A contagem da história pelos professores é uma atividade diferente do que eles desenvolvem no dia a dia.

A história contada pelos professores de Língua Inglesa traz uma versão resumida do livro, justamente para ser atraente ao público infantil. Manter a atenção das crianças na história apresentada é outro desafio na storytelling.