O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat (MDB), assinou nesta terça-feira (2) um decreto que estabelece as medidas restritivas mais rigorosas de combate à Covid-19 no município. As medidas na Cidade Industrial, inclusive, são mais rígidas que as decretadas pelo Governo do Estado.

Kalil seguiu o Governo ao determinar o fechamento de todos os segmentos econômicos a partir das 19h e implantar o toque de recolher a partir das 21h. No sábado e domingo, todos os serviços não essenciais poderão funcionar até às 12h.

Porém, foi além do determinado pelo Estado, e informou que serão fechados todas as praças públicas e parques do município. Ainda será proibida a venda de bebidas geladas em qualquer estabelecimento, exceto por meio de delivery.

As aulas nas escolas privadas, que haviam sido retomadas no sistema híbrido, devem ser realizadas apenas de forma remota. Caso a situação apresente melhora até o mês de abril, tanto as escolas públicas, quanto privadas poderão voltar com o sistema híbrido, atuando com 50% da capacidade na sala de aula.

Todos os tipos de festas e eventos estão proibidos, com intuito de evitar aglomerações. Caso algum estabelecimento ou pessoa descumpra as medidas restritivas, poderá ter o CNPJ ou CPF caçados e, posteriormente, multados.

Além disso, as fiscalizações no município serão endurecidas com apoio da Policia Militar, Guarda Municipal, Defesa Civil, Vigilância de Saúde, entre outros. As medidas entram em vigor nesta terça-feira e tem validade de 14 dias.

VACINAÇÃO

Também retoma nesta terça-feira (2), a vacinação contra a Covid-19, para aqueles acima de 80 anos e no dia 05 de março para os acima de 75 anos, no Centro Universitário Várzea Grande – UNIVAG.

As inscrições podem ser feitas pelo site oficial de Várzea Grande, www.varzeagrande.mt.gov.br na aba imunização Várzea Grande – cadastro para vacina Covid 19. Somente serão imunizados nestes dias,os novos grupos 80 anos acima de 75 anos a cima. Não haverá aplicação da segunda dose.