Foto: Reprodução da internet

Em Poconé as coisas parecem estar saindo do controle, após um primeiro mandato turbulento, o prefeito Tatá Amaral (DEM) conseguiu ser reeleito mesmo com o TCE-MT reprovando as contas da sua gestão algumas vezes.

Acontece que o prefeito tinha a maioria dos vereadores em mãos, tanto é que eles aprovavam na Câmara as contas reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado.

Nosso site teve acesso a um áudio de um homem que demonstra estar nervoso, disparando contra o vereador Benedito.

No áudio, o homem se apresenta como Odenil da Fazenda de Cima, e diz que ele e o secretário Ney Rondon são os responsáveis pela melhoria de uma estrada, e que vereador nenhum “botou o bico” naquela região.

Odenil ainda diz que naquela região ele é o vereador, e que acima dele, somente o prefeito, o governador e o secretário Rondon.

No final do áudio ele diz que “vereador tem que caçar jeito de ir trabalhar, mostrar serviço, um tal vereador Benedito não sei quem é, mais outros vereadores”.

Situação um tanto quanto estranha ele dizer que não sabe quem é o vereador, sendo que ele está como servidor comissionado na Secretaria de Infraestrutura de Poconé, exercendo um cargo na Assessoria Técnica da pasta.

Ainda não se sabe se o prefeito Tatá Amaral (DEM) está alinhado com a Câmara de Vereadores, mas atitudes como esta do seu aliado Odenil pode atrapalhar o relacionamento.

Entramos em contato com o prefeito e até a publicação desta matéria ele não havia atendido e nem retornado a ligação.