Reprodução

Uma enfermeira procurou a Polícia Civil na manhã desta desta segunda-feira (5) para denunciar que o hospital São Judas Tadeu, em Cuiabá, estaria desligando o oxigênio de pacientes internados com Covid-19.

Segundo ela, o subcomandante do 24º BPM, major Thiago Martins de Souza, 34 anos, que morreu na madrugada de domingo (04/04), em Cuiabá, vítima da Covid-19, quando estava internado na unidade particular não foi bem cuidado.

Ela disse que o major ficou duas semanas internado no São Judas para tratar o Covid-19, e durante este tempo ela afirma que ele ficou jogado, sem tomar banho.

A técnica contou ainda que recebeu mensagem de familiares do major Thiago Martins, em que ele pediu socorro.

Ela ainda denunciou a falta de medicamentos e equipamentos na unidade particular.

O MT ALERTA entrou em contato com a Técnica de Enfermagem, e até o momento da publicação desta matéria não obteve retorno.